11 de fevereiro 2021 Arquitetura e decoração

Fazendo uma mini-horta no apartamento

Se antes as pessoas acreditavam que precisavam morar em uma casa com um grande quintal para ter espaço para cultivar uma horta, hoje a maioria já entendeu que é possível fazer isso dentro do apartamento.

Essa prática, além de oferecer hortaliças e temperos sempre à mão, dá um charme especial ao ambiente.

Se você não sabe por onde começar, vamos te ajudar com algumas dicas de como fazer uma mini-horta e criar um cantinho verde muito especial em seu apê. Confira!

Onde fazer a mini-horta?

O básico que uma planta precisa para crescer saudável em apartamento é água e luz do sol. Isso significa que o lugar mais adequado é aquele bem iluminado e que receba sol direto, próximo às janelas. Aliás, algumas pessoas que possuem pouco espaço usam até mesmo o parapeito da janela para cultivar os vegetais em pequenos vasinhos.

Para apartamentos com sacada, o local geralmente é escolhido por oferecer melhores condições de luminosidade e ventilação. Mas a horta vertical como parte da decoração do apê é uma grande tendência hoje em dia. Basta colocar prateleiras ou nichos na parede, e para quem gosta de uma aparência mais rústica vale, inclusive, utilizar caixotes ou pallets nessa função.

A partir daí, entram a criatividade e o gosto pessoal de cada um: dá para utilizar vasos para plantas ou diversos outros tipos de recipientes, como canecas, garrafas e latas, para que a mini-horta fique bem no estilo de quem a está cultivando. O importante é que haja um furo no fundo para o escoamento da água.

O que plantar?

As hortaliças e ervas são as opções mais recomendadas, de preferência aquelas que de fato são úteis para temperar as refeições da família ou fornecer um saboroso chá. Nada melhor do que consumir esses produtos naturais sem agrotóxicos, certo?

Cebolinha, manjericão e tomilho são os principais temperos plantados em pequenas hortas. Todos eles precisam de pelo menos quatro horas de sol durante o dia e devem ser regados a cada 2 ou 3 dias.

Entre as hortaliças, rúcula, alface e agrião geralmente estão presentes nas mini-hortas. Além de precisarem de sol direto, estas gostam de mais umidade e devem ser regadas todos os dias.

Para quem gosta de legumes, vale investir no plantio de tomate-cereja e rabanete, que são pequenos e dão cor e sabor para as saladas.

Por fim, outra opção muito bacana para uma mini-horta são os morangos. Estes não gostam tanto de sol e podem ficar à sombra das outras plantas, recebendo apenas calor. Se plantados suspensos, a planta cresce para baixo, como se fosse uma samambaia. Fica lindo!

O próximo passo é escolher se o início de sua mini-horta será a partir de sementes ou mudas. Quem gosta de acompanhar todo o processo geralmente prefere plantar a semente, que vai germinando e a plantinha crescendo aos poucos. Esta opção geralmente é a mais econômica, pois as sementes costumam ser baratinhas. Já as mudas crescem mais rápido, pois são pequenas plantas que já estão com o desenvolvimento mais avançado. Escolha com carinho e mãos à obra!

Agora que você já sabe como fazer uma mini-horta no apartamento, indicamos que leia também nosso artigo com dicas sobre pendentes e iluminação do apê!

Fale conosco

Fale Conosco
Youtube CAC

Receba nossas notícias

Receba as notícias do nosso blog em seu e-mail e fique por dentro das dicas e informações sobre o mercado imobiliário.

Newsletter